quarta-feira, 29 de maio de 2013

o longe mais longe, o longe do ruído das mentes.

 
 
 
 
 
Pudera eu ir para um longe, um não mundo , um não tempo.
Mas sou feita de permanências efémeras.
 


(http://youtu.be/IWXiA3fzi8Y)

2 comentários:

  1. No efémero reside a nossa esperança, a libertação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. no efémero, sim, reside a probabilidade da felicidade

      Eliminar